Portal Terê - Teresópolis toda na Internet

 

 

Pequeno sucesso...


Anã da 'Praça é Nossa' já posou nua e fez striptease

Programa cresceu no Ibope e tem incomodado a Globo


Há 30 anos no ar, "A Praça É Nossa" cresceu no Ibope e tem beliscado a liderança da Globo. A responsável é Priscila Menucci, atriz de 42 anos e 91 centímetros. Ela estreou seu quadro há três semanas e rende ao humorístico do SBT seu maior pico de audiência. Na última semana, registrou 11,9 pontos em São Paulo e encostou na série "Vade Retro" (13,1).

"Eu era louca para fazer a 'Praça'", comemora Priscila ao UOL. Ela interpreta Dona Nica, mulher brava e mandona que bate no marido, Amâncio (Enio Vivona), e em Carlos Alberto de Nóbrega por causa das piadas maldosas sobre sua altura dela. "A porrada, os tapas, fui eu [que inventei]. Até pedi a bolsinha para não dar com a mão, senão coitado deles", brinca.

O quadro foi criado pelo líder da "Praça", que precisava de algo forte para abrir o programa no lugar da Tropa de Malucos, que está temporariamente fora do ar. "Aparece uma mulher anãzinha, linda, de um valor artístico extraordinário. Fiquei com medo de fazer porque, como é anã, há preconceitos. Falei para os meus redatores que escreveria os dois primeiros quadros. É o pico do programa", celebrou Carlos Alberto durante entrevista coletiva na última semana.

O comediante também parabenizou Priscila pessoalmente momentos antes da última gravação, na última terça. "Quando passamos o texto com o Carlos, ele disse que falou de mim, que estávamos indo muito bem, liderando a audiência. Fico com vergonha quando falam essas coisas. Não parece, mas sou tímida", confessa a atriz.

Priscila fazia pontas no humorístico em 2016, após ter saído da novela "Cúmplices de um Resgate", mas chamou a atenção de Carlos Alberto dois meses antes da estreia de seu quadro, ao dar um beijão em Paulinho Gogó (Maurício Manfrini). O líder da "Praça" chegou a se levantar do "velho e querido banco" de tanto rir.

Quem não gostou do beijo foi o marido de Priscila, também anão: "Ele ficou com muito ciúme, mas como já foi ator falei que fazia parte da profissão. Eu nem esperava esse beijão, porque pensei que seria técnico. Aí veio o Paulinho Gogó com um p... beijo. Falei 'se é para brincar assim, vamos brincar de verdade', e beijei ele pela segunda vez".

O beijo na "Praça", porém, não foi a maior "ousadia" de Priscila em seus quase 15 anos de carreira. Ela já posou nua para uma campanha inclusiva e faz striptease na peça "O Banquete", em cartaz no Burlesque Paris 6, em São Paulo. Ela mostrou no "The Noite" um pouco de sua sensualidade no espetáculo.

"Meu marido entende, nem liga mais. Ele fala: 'Amor, trazendo dinheiro para nós está ótimo'. No ensaio, ele falou: 'Precisava tudo isso?'. As fotos foram para quebrar esse tabu de que mulher bonita é só Gisele Bündchen. Nada contra, acho ela maravilhosa, mas temos também qualidades nas mulheres com deficiência."
 

Volta